30 HORAS

HONRANDO A ENFERMAGEM NACIONAL



DIA NACIONAL DE LUTA PELAS 30 HORAS DA ENFERMAGEM

O presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Manoel Carlos Neri da Silva, está convocando os trabalhadores da enfermagem do país a comparecerem em massa na Câmara Federal, no dia 13 de abril, às 10 horas, para cobrar a imediata votação do projeto de lei que estabelece em 30 horas a jornada de trabalho da categoria (PL 2295). O objetivo da convocação, de acordo com Neri, é também sensibilizar os parlamentares para que aprovem em definitivo o PL 2295, visto que o projeto tramita no Congresso a mais de dez anos. As entidades representativas da enfermagem creditam esta demora ao lobby feito pelo setor privado que é contrário a aprovação. Segundo Manoel Carlos, além da pressão política, as entidades vão esclarecer aos parlamentares que o projeto de Lei 2295 não onera o setor público e privado da forma como estão divulgando, pois confundem o PL que trata da jornada de trabalho com o do piso salarial. "São projetos distintos. Estão sendo utilizados juntos para desinformar e com intuito de confundir para que seja rejeitado. Isso a enfermagem brasileira não vai permitir", avisou. A jornada de trabalho de 30 horas para os trabalhadores da enfermagem já existe em alguns estados e municípios por iniciativas próprias. Em Natal, por exemplo, a Câmara Municipal acabou de aprovar um projeto nesse sentido. As categorias da enfermagem querem apenas que a lei seja estendida para todos os trabalhadores do setor no país. São aguardadas caravanas de todos estados, assim como ocorreu em março do ano passado quando mobilizaram mais de três mil profissionais de enfermagem para uma audiência pública que ocorreu na Câmara Federal, considerada pelos parlamentes como a maior manifestação dos últimos vinte anos naquela casa. FONTE: PORTAL COFEN

Veja o Projeto >>

ENTREVISTA DR DOUGLAS FERRARI - Presidente da SOBRATI fala sobre o Projeto que reduz a carga horário de trabalho da enfermagem.

1- Como o Sr, presidente da maior Sociedade Nacional Interdisciplinar vê o Projeto 2295 que regulamenta 30 horas para Enfermagem ?

Trata-se de uma verdadeira conquista e direito. É bom lembrar que o Projeto ainda não está aprovado. Existem mais de 1 milhão de profissionais ( 1.300.000 ) que vão se benificiar com a jornada máxima de 30 horas semanais e 6 horas diárias. A enfermagem brasileira trabalha muito e recebe pouco, sempre houve um processo desigual e porque não desumano. Está na hora do Brasil respeitar uma Classe que presta assistência direta, zela pela saúde e está definitivamente nas periferias e comunidades carentes deste país. O voto favorável a este Projeto é uma questão de Honra, de Reconhecimento, de Justiça. Seria uma grande decepção se fosse ao contrário, mas tenho plena convicção que é impossível alguém não votar à favor.

2- Qual seu argumento quando dizem que irá ser honeroso para o Estado e Hospitais Privrados ?

O administrador consciente sabe que o barato sai caro. É impossível manter o ritmo com qualidade na atual situação. Os profissionais de saúde deste país já pagaram um preço muito caro por uma assistência barata à população que também não tem o Estado já pode oferecer. Hoje devemos discutir assistência e democratização da qualidade. Submeter pessoas a regime de horas em turnos desgatantes é desumano. Outra questão, quanto recebe o auxiliar, técnico e enfermeiro deste país? Já há uma imensa defagem salarial histórica. Uma economia rica, precisa que sua população também tenha participação da riqueza. Aumentar poder aquisitivo, aumenta compra, aumenta a economia. O Brasil tem condições financeiras e de sobra para arcar com este custo, que também aumentaria o emprego direto para mais profissionais proporcionado por esta redução da carga horária.

3- Seria um privilégio de uma única classe ?

Absolutamente não. A população brasileira clama por saúde. 70 % dos profissionais de saúde deste país são da enfermagem. É um profissional presente, cuida, dedica-se e merece este reconhecimento. Repito, a enfermagem brasileira necessita de RECONHECIMENTO, não é uma questão somente financeira, mas da Boa Prática, da Qualidade, da Segurança, e da motivação. A SOBRATI está totalmente envolvida nesta causa. Apóia de forma incondicional este reconhecimento da classe que faz e luta pela saúde do Brasil. 30 Horas é uma questão de HONRA...